logo-branco.png

15 de julho de 2024

Documentário vai retratar vida de promotor de SC que pode ser beatificado

A vida do promotor de Justiça Marcelo Câmara, falecido em decorrência de um câncer, vai virar um documentário produzido pela plataforma de streaming gaúcha Lumine. A equipe passou a semana em Florianópolis gravando depoimentos de familiares, amigos e conhecidos de Marcelinho, como era chamado, que está em processo de beatificação e canonização pela Igreja Católica.

Especializada em filmes, séries e documentários religiosos, a Lumine se interessou em retratar a vida do Promotor de Justiça após ouvir diversos relatos de graças recebidas pela intercessão de Marcelo.

Nascido em Florianópolis em 1979, Marcelinho foi um jovem leigo, ou seja sempre participou ativamente da igreja da católico, e integrante do Ministério Público que morreu numa quinta-feira santa, em 20 de março de 2008.

Pessoas que tiveram contato com Marcelo Câmara estão sendo entrevistadas. Foto: divulgação, MPSC

A abertura do processo no Tribunal Eclesiástico foi em 2020. A fase arquidiocesana foi concluída em abril com uma missa em Florianópolis. A caixa com os dados recolhidos foi lacrada e enviada para análise de especialistas no Vaticano. O lacre foi aberto semana passada.

Se a análise for positiva, haverá uma recomendação para que a Igreja Católica conceda o título de venerável. Para que o processo de beatificação seja concluído, será necessária a comprovação de um milagre. Na sequência, um novo milagre precisará ser comprovado para que Marcelo Câmara seja canonizado e receba o título de santo da Igreja Católica.
________________________________________________________________________________________________________________
Marcelo Câmara morreu em 2008, aos 29 anos, em decorrência de um câncer. Foto: divulgação

Os colunistas são responsáveis pelo conteúdo de suas publicações e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Upiara.

Anúncios e chamada para o mailing