logo-branco.png

15 de abril de 2024

Em disputa equilibrada, Fábio Trajano é mais votado na eleição do MP-SC. Jorginho receberá lista tríplice

A eleição para formação da lista tríplice ao cargo de Chefe do Ministério Público de Santa Catarina (MP-SC) aconteceu nesta sexta-feira. Todos os Procuradores e Promotores de Justiça aptos a votar participaram da votação, que resultou na formação da lista com Fábio de Souza Trajano, que obteve 268 votos, Marcelo Gomes Silva, que recebeu 259 votos, e Gladys Afonso, que teve 250 votos.

Além disso, os membros do MPSC também escolheram Fernando da Silva Comin, atual procurador-geral de Justiça, como representante do MP-SC para ser indicado para compor o Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), com 414 votos.

A comissão eleitoral, composta pelos Procuradores de Justiça Pedro Sérgio Steil (Presidente) e José Eduardo Orofino da Luz Fontes, e pelo Promotor de Justiça Leonardo Henrique Marques Lehmann (Secretário), coordenou o processo de escolha da lista tríplice.

Após o encerramento da votação, decorrido o prazo de 24 horas para a interposição de recursos, o Órgão Especial do Colégio de Procuradores de Justiça julgará os eventuais recursos, homologará o resultado da eleição e encaminhará a lista tríplice ao governador do Estado, Jorginho Mello (PL). Por força constitucional, o governador terá 15 dias para nomear o Procurador-Geral de Justiça.

Caso o Governador não se manifeste nesse prazo, será investido no cargo o membro do Ministério Público que obteve o maior número de votos na eleição para a lista tríplice, conforme prevê a Lei Orgânica do Ministério Público. A Associação Catarinense do Ministério Público defendeu junto a Jorginho que o mais votado seja o escolhido.


Sobre a foto em destaque:

Da esquerda para a direita, Marcelo Gomes Silva, Gladys Afonso e Fábio de Souza Trajano. Foto: MP-SC, Divulgação.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing