logo-branco.png

12 de junho de 2024

Força-tarefa em área na divisa entre Florianópolis e São José será mantida

Por conta dos resultados positivos, vai continuar a força-tarefa Cuidados Urbanos, criada para transformar o entorno do viaduto de Campinas, entre Florianópolis e São José. “Estamos trabalhando essa questão dentro de um grupo bastante ampliado envolvendo as duas prefeituras, Florianópolis e São José, força de segurança pública, assistência social, Dnit, Conselho de Segurança, sociedade civil. Estamos trabalhando sobre a perspectiva da segurança pública, da saúde pública, da ordem sanitária, da assistência social. Os resultados são visíveis, palpáveis”, afirma o promotor de Justiça Daniel Paladino, titular da 30ª Promotoria de Justiça da Capital. 

“Vamos manter os trabalhos coordenados, o diálogo entre os órgãos envolvidos, e teremos reuniões bimestrais. Isso cada vez somando mais esforços, trazendo a sociedade civil para dentro dessa discussão, o empresariado, o poder público, todas as forças que possam somar desse trabalho que é desafiador, não se nega, mas é bastante recompensador pelas entregas que ele faz”, complementa Paladino. 

Em dois meses, foi realizado um trabalho de limpeza urbana, intensificação da presença policial e abordagem da assistência social na região. Também foram retirados os sacos de areia dispostos na parte inferior do viaduto para substituí-los por pedras.  O local havia se tornado um lixão a céu aberto e concentração de usuários de drogas e moradores em situação de rua. A cobrança do MPSC sobre o assunto foi divulgada em primeira mão pela coluna, no início de março.

“É uma situação que não é de hoje, uma situação que se arrasta a longo tempo, que não se restringe à segurança pública, mas também é uma questão da saúde pública, de tranquilidade que deve haver para as pessoas que moram naquela região. Situações que nós estamos identificando para que a gente trabalhe não só nesse primeiro momento, mas em várias fases seguintes”, pontua o comandante do 11º Comando Regional de Polícia Militar, coronel Cleber Pires. 
________________________________________________________________________________________________________________
Forças de segurança pública intensificaram presença na região desde que a força-tarefa foi iniciada. Foto: divulgação, GMSJ

Os colunistas são responsáveis pelo conteúdo de suas publicações e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Upiara.

Anúncios e chamada para o mailing