logo-branco.png

18 de junho de 2024

Aumento da movimentação de cargas nos portos catarinenses é maior do que a média nacional

No primeiro trimestre deste ano, a movimentação de cargas nos portos de Santa Catarina cresceu 6,7% a mais em relação a janeiro-março de 2023. O crescimento médio nacional foi de 5,2%.

Considerando-se apenas a carga via contêineres, o Estado de Santa Catarina representa 19,2% do conjunto nacional. Assim, os nossos portos movimentaram 591,6 mil TEUs. Esse dado expressa alta de 4,9% sobre igual período do ano passado.

As informações são da Agência Nacional de Transporte Aquaviário, a ANTAQ.

São Francisco do Sul responde por 4,5 milhões de toneladas, seguido pelo Portonave, com 3,12 milhões e pelo porto de Itapoá, com 3,11 milhões de toneladas.

A indústria catarinense tem sofrido com o atraso na chegada de insumos e embarques de produtos por razões climáticas. Também a paralisação do porto de Itajaí, a demora na liberação de contêineres e a insuficiência de servidores para atenderem a demanda crescente são fatores apontados pela FIESC.

Os colunistas são responsáveis pelo conteúdo de suas publicações e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Upiara.

Anúncios e chamada para o mailing