logo-branco.png

12 de junho de 2024

Catarinense estrutura ecossistema de inovação em Rondônia

O catarinense Marcus Rocha está liderando o processo de estruturação de um ecossistema de inovação de Rondônia. O objetivo, segundo ele, é promover o desenvolvimento sustentável por meio do empreendedorismo inovador. Destaque no país, a experiência de Santa Catarina, e, particularmente, de Florianópolis, serve de referência para o estado do Norte do país.

O projeto iniciou em 2023 com um estudo para detectar as principais vocações econômicas de cinco polos regionais: Porto Velho (comércio e serviços), Ariquemes (psicultura), Jaru (cacau), Cacoal (café) e Vilhena (economia da floresta). Nesses municípios foi dada a largada do programa, encabeçado pela coordenadoria de Ciência, Tecnologia e Inovação da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

A partir daí, iniciaram as etapas, com interações sociais, eventos para estimular ideias de produtos inovadores e a implantação de pré-incubadoras de negócios.

“Para que a gente tenha, no fim do ciclo, um volume razoável de empresas ou de inovações bem sucedidas no mercado, precisamos gerar um volume de ideias absurdamente grande. Por isso temos que fazer essa agitação do ecossistema”, explica Marcus.

Além desse pontapé inicial, a missão de Marcus é deixar um legado de inovação e autonomia.

“Da forma que nós desenhamos, o governo de Rondônia vai contratar o fornecedor dos eventos e das pré-incubações, mas vai fazer parcerias com os agentes locais, que disponibilizarão espaço físico e os recursos humanos que serão responsáveis para tocar o projetos depois”, afirma.

“Com a competitividade em nível global, só vai sobreviver aquela empresa que desenvolver, todo o tempo, elementos que a diferenciem dos concorrentes”, lembra Marcus, 48 anos, que já comandou a superintendência de ciência, tecnologia e inovação do município de Florianópolis.
________________________________________________________________________________________________________________
Marcus Rocha leva a experiência de Santa Catarina e de Florianópolis para o estado de Rondônia. Foto: arquivo pessoal

Os colunistas são responsáveis pelo conteúdo de suas publicações e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Upiara.

Anúncios e chamada para o mailing