logo-branco.png

12 de junho de 2024

Diante da tragédia gaúcha, Procon de Florianópolis faz recomendação para evitar abusos

Por conta do grande volume de doações encaminhadas pelos moradores de Florianópolis ao Rio Grande do Sul e das denúncias de aumentos injustificados de itens da cesta básica, principalmente de água potável, o Procon de Florianópolis expediu uma recomendação nesta quarta-feira (8) com o objetivo de evitar abusos.

O diretor Alexandre Farias Luz orienta que os fornecedores de produtos essenciais – como itens da cesta básica, água potável, higiene pessoal, máscaras, luvas, entre outros – não pratiquem preços acima dos que estavam sendo cobrados antes de 30 de abril, início dos eventos climáticos extremos que atingiram os municípios gaúchos.

A medida, publicada no Diário Oficial desta quarta-feira, prevê que em caso de crescimento anormal da demanda, o estabelecimento deve “instituir limites quantitativos diários, por consumidor, para aquisição daqueles produtos essenciais”, com informação prévia aos consumidores.

O texto alerta para fiscalização e aplicação de sanções em caso de descumprimento da recomendação.
______________________________________________________________________________________________________________
Moradores da capital catarinense estão arrecadando produtos para envio à população que foi atingida pelas chuvas no Rio Grande do Sul. Foto: divulgação, PMF

Os colunistas são responsáveis pelo conteúdo de suas publicações e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Upiara.

Anúncios e chamada para o mailing