logo-branco.png

23 de maio de 2024

Fecomércio-SC pede e governo federal suspende recolhimento de FGTS em áreas de calamidade em SC

Atendendo ao pedido da Fecomércio-SC, o Ministério do Trabalho e Emprego publicou na última sexta-feira, 8, no Diário Oficial da União, a portaria Nº 3.782 que autoriza a suspensão da exigibilidade dos recolhimentos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviços (FGTS), para os empregadores situados em municípios que decretaram estado de calamidade pública reconhecidos pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional.

– Diante de tantos desastres ambientais e prejuízos sofridos pelos empresários dos setores representados pela Fecomércio, tomamos a rápida atitude de solicitar medidas como esta, para minimizar os impactos financeiros e contribuir na retomada econômica dos municípios afetados pelas fortes chuvas que assolam Santa Catarina neste ano – comenta o presidente da Fecomércio, Hélio Dagnoni.

A suspensão do pagamento do FGTS, conforme portaria, é dos exercícios de novembro de 2023 até fevereiro de 2024. Já o pagamento das parcelas suspensas poderá ser quitado em até seis vezes com início a partir de abril de 2024.

o todo, foram 17 cidades contempladas: Agrolândia; Agronômica; Aurora; Botuverá; Braço do Trombudo; Brusque; Ituporanga; Laurentino; Lontras; Otacílio Costa; Pouso Redondo; Rio do Oeste; Rio do Sul; São João Batista; Taió; Trombudo Central e Vidal Ramos.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing