logo-branco.png

19 de abril de 2024

Um único propósito: respeito

Cinquenta e sete mulheres, dos mais diversos setores e ideologias políticas, deram um recado à sociedade catarinense ao narrar suas histórias no Livro “As Vozes das Mulheres Catarinenses”, lançado na terça-feira, 5, na Assembleia Legislativa, em Florianópolis. “Por maiores que possam ser nossas diferenças, nós juntas defendemos um único propósito na busca pela igualdade de gênero: o respeito!” , disse a deputada Paulinha, que coordena o projeto com apoio da deputada Luciane Carminatti.

Histórias comoventes, fortes e encorajadoras. Histórias surpreendentes, histórias comuns que poderiam ser a minha ou a sua, conectando um cenário que nos é comum: a difícil missão de exercer com plenitude nossa rotina de mulher, onde quer que seja.

Histórias como a da primeira mulher a presidir a Ordem dos Advogados em Santa Catarina, Cláudia Prudêncio; da agricultora do Movimento de Mulheres Camponesas (MMC), Justina Inês Cima; da skateboarder Yndiara Asp, única brasileira no top 10 de skate park; e da desembargadora federal Ana Blasi; dentre outras vozes catarinenses.

A Secretaria da Mulher do Parlamento Catarinense, sob a coordenação da deputada Paulinha e colaboração da deputada Luciane Carminatti, não lançou simplesmente um livro. O evento de terça-feira, 5, foi um manifesto, porque negar o feminismo é ir na contramão da verdade. As “Narrativas de Histórias Reais” são um grito comum diante de uma sociedade que ainda precisa aprender e evoluir com nós, mulheres.

Sobre o livro

O livro “Vozes das Mulheres Catarinenses – Narrativas de Histórias Reais” foi lançado pela Secretaria da Mulher da Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc). A obra tem o objetivo de desmistificar a pauta do feminismo, trazendo a relevância do tema para a sociedade atual. Pela ótica e narrativa de 57 mulheres, de diversos segmentos da sociedade catarinense, o livro traz histórias, perspectivas, os sentimentos sobre o tema e a jornada da mulher nos tempos atuais.

O livro foi elaborado e organizado pela Bancada Feminina, sob a coordenação da deputada Paulinha, com a colaboração da também deputada estadual Luciane Carminatti e a participação das ex-deputadas Ada de Luca, Marlene Fengler e Dirce Heiderscheidt. A jornalista Maga Stopassoli assina o prefácio e a introdução é da senadora Leila do Vôlei.

Foto: Divulgação Alesc
Texto: Soledad Urrutia

Os colunistas são responsáveis pelo conteúdo de suas publicações e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Upiara.

Anúncios e chamada para o mailing