logo-branco.png

14 de abril de 2024

Amin foi o único senador de SC contrário à intervenção federal na segurança pública do DF

O senador Esperidião Amin votou contra o decreto que instituiu intervenção federal na gestão da segurança pública do Distrito Federal até 31 de janeiro deste ano. A matéria foi deliberada em sessão extraordinária do Senado Federal nesta terça-feira. O senador foi o único da bancada catarinense a votar contra o projeto, que agora vai à promulgação.

– Votei contra porque esse decreto pretende esconder a omissão de autoridades federais em face dos avisos da ABIN veiculados no sábado. O tempo, as mídias, as investigações do MP e a CPI mostrarão mais – ressaltou.

O ex-governador falou ainda sobre a investigação das pessoas que participaram dos atos de vandalismo no último domingo.

– No tocante à individualização de quem possa ter participado desta barbárie, ou seja, não é colocar no ônibus quem estava no acampamento. É investigar a atuação de cada um. Como disse o Ministro Carlos Ayres Britto ontem, dentro do processo legal, ou seja, não vale botar isso no Inquérito 4781, que não é processo legal. Tem que respeitar o processo legal, que o Inquérito 4781 sistemática e longevamente ignora, para que não restem impunes culpados, porque fora do processo legal nós temos outras experiências que não deram certo.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing