logo-branco.png

15 de abril de 2024

AMREC apresenta lista de demandas ao governo do Estado

Em reunião pelo programa “Santa Catarina Levada a Sério + Perto de Você”, o governador Jorginho Mello (PL) esteve nesta quinta-feira junto aos prefeitos das 12 cidades que integram a Associação dos Municípios da Região Carbonífera (AMREC). O governador ouviu as demandas de cada município, que por vez sugeriram projetos futuros.

– Já tivemos em Xanxerê, Chapecó e agora chegamos ao Sul de Santa Catarina. Minha conversa tá sendo olho no olho com cada um dos prefeitos. Eu quero saber a real necessidade de investimentos para cada região, por isso estamos rodando o Estado.

A AMREC Abrange os municípios de Balneário Rincão, Cocal do Sul, Criciúma, Forquilhinha, Içara, Lauro Muller, Morro da Fumaça, Nova Veneza, Orleans, Siderópolis, Treviso e Urussanga. O atual presidente é o prefeito de Morro da Fumaça, Agenor Coral (PP)

– Essa ação é muito importante porque aproxima o Governo do Estado do cidadão. Aqui no Sul temos demandas importantes para trabalhar – aponta o presidente da AMREC.

O discurso do governador foi marcado por críticas ao governo Federal. Segundo ele, Santa Catarina é um “Estado injustiçado” – e a reforma administrativa recém aprovada na Assembleia Legislativa seria foi feita sob este panorama.

– Isso é histórico. Mandamos R$ 100 para Brasília, volta R$ 10. E eu conheço porque estive lá como deputado federal e senador. Tem Estado que manda R$ 100, volta R$ 210.

Jorginho segue roteiro do programa. Ao todo, o governador planeja bater na porta de 21 associações regionais até o segundo semestre.

 

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing