logo-branco.png

14 de abril de 2024

BRDE e FIESC tratam de ações para apoio à indústria catarinense

O presidente do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE), João Paulo Kleinübing, esteve reunido com o presidente da Fiesc, Mário Cezar Aguiar, para tratar de temas ligados ao desenvolvimento e apoio à indústria catarinense. Kleinübing colocou o banco à disposição para que a instituição financeira possa atuar mais próxima no apoio às soluções de crédito para realização dos projetos ligados à modernização do setor em Santa Catarina.

– O BRDE apresenta números importantes de acesso ao crédito para indústria. No último ano, foi o setor atendido com maior volume de contratações com valores de R$ 1,4 bilhão, com aumento de 50,3% em relação ao mesmo período do ano anterior – disse Kleinübing.

Entre os temas abordados na reunião estiveram as importantes iniciativas para maior representatividade do setor industrial catarinense, além das transformações estruturais que a tecnologia e o mundo moderno impõem ao setor.

– É preciso um planejamento estratégico, com visão de longo prazo, para potencializar aquilo que por vocação já temos alcançado. A parceria com o BRDE reforça o potencial em alcançar os resultados setoriais. Santa Catarina é um estado empreendedor, e para empreender é preciso recursos.

Em 2023, os recursos contratados pelo BRDE para a indústria nos três estado do Sul onde o banco atua, chegam a R$ 421,5 milhões.

– Os resultados positivos que o banco vem registrando permite novas possibilidades de expandir os recursos para financiamentos de projetos e programas que promovam permanentemente o desenvolvimento do Sul, por isso nosso interesse é aproximar o empresário das soluções e da concretização dos projetos – finaliza Kleinübing.

A reunião contou com a participação do chefe de gabinete da diretoria do BRDE, Nelson Ronnie dos Santos e o diretor de inovação da Fiesc, José Eduardo Fiates.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing