logo-branco.png

19 de abril de 2024

Comissão de Prevenção e Combate às Drogas promove evento com desafios e estratégias na Alesc

Autoridades e especialistas catarinenses se reuniram no Seminário Estadual de Políticas Sobre Drogas, promovido pela Comissão de Prevenção e Combate às Drogas da Alesc, para discutir os impactos, desafios e a necessidade de uma efetiva política pública antidrogas. O evento aconteceu na segunda-feira e viu apreensivamente uma suposta possibilidade de descriminalização das drogas no país.

Durante a abertura do seminário, autoridades presentes ressaltaram a importância da abordagem integrada no combate às drogas. O presidente da Comissão de Prevenção e Combate, deputado Lucas Neves (Podemos), apresentou dados que indicam acréscimo de 60% das mortes relacionadas ao uso de substâncias químicas no Brasil e, em fala, destacou a necessidade de fortalecer as políticas públicas de prevenção.

Na contramão, outros dados apontados na reunião indicam movimentação cerca de R$ 19 bilhões anualmente pelo tráfico de drogas no Brasil, tornando o país o segundo maior consumidor de drogas no mundo.

Durante as discussões, os participantes enfatizaram a importância da prevenção como uma estratégia fundamental no combate ao uso de drogas. O presidente do Conselho Estadual de Entorpecentes (Conen), Fernando Henrique da Silveira, destacou os avanços alcançados, mas ressaltou que os desafios ainda são enormes. Ele defendeu a criação de conselhos municipais em todos os municípios de Santa Catarina e a luta pela implementação de um fundo de recursos para o Conen.

O seminário também abordou o tema da descriminalização das drogas, com participantes posicionando-se contra essa possibilidade. Eles enfatizaram os impactos negativos do uso de drogas na sociedade, incluindo o aumento da criminalidade e o sofrimento das famílias envolvidas. Além disso, foram discutidos temas como os desafios dos agentes de segurança pública no combate ao uso de drogas ilícitas e os 25 anos do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd) em Santa Catarina.

O Seminário Estadual de Políticas Sobre Drogas também trouxe à tona a importância do junho Branco, mês dedicado à prevenção e conscientização sobre o uso de drogas. A data do seminário foi escolhida em alusão ao Dia Internacional Contra o Abuso de Tráfico Ilícito de Drogas, celebrado em 26 de junho. Essa iniciativa visa promover diálogos e ações de combate às drogas em toda a sociedade.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing