logo-branco.png

23 de maio de 2024

Em SC, Wellington Dias aponta criação de um fundo garantidor para incentivar pequenos negócios

O ministro do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome do Brasil, Wellington Dias, participou nessa segunda-feira de uma reunião com dirigentes do Sebrae de todos os estados brasileiros para se juntar à instituição no combate à pobreza no país. Dias destacou que o Sebrae é um importante parceiro para capacitar beneficiários do Bolsa Família e que têm interesse em empreender. O encontro foi no hotel Majestic, em Florianópolis.

Segundo o ministro, o empreendedorismo é um dos caminhos para tirar o Brasil do mapa da miséria.

– O Brasil nunca precisou tanto do Sebrae como precisa agora. Nós temos a missão de tirar o Brasil do mapa da fome.

Dias destacou que tanto setor público quanto privado devem apoiar empreendedores para que eles gerem mais empregos e que também devem trabalhar na formação de novos empreendedores e de profissionais.

Ele conta que estuda a criação de um fundo garantidor de R$ 1,7 bilhão para resolver o problema de acesso a crédito e assim incentivar o empreendedorismo.

– Estamos negociando com os bancos um cumprimento de uma regra que eles serão obrigados a aplicar no mínimo 2% aos pequenos.

O presidente do Sebrae, Décio Lima, colocou o Sebrae à disposição para o desafio, que é o processo de cura das feridas do povo brasileiro e que a instituição será parceira permanente das ações do governo e do povo empreendedor brasileiro.

– Uma contribuição firme para apoiar a retirar o País do mapa da fome e da miséria. Um conjunto de ações e oportunidades para os 60 milhões de brasileiros que vivem na pobreza. O Sebrae irá trabalhar para ajudar a tirar o Brasil desse abismo que não imaginávamos que fossemos reviver. Aqui está a porta de oportunidades para cerca de 60 milhões de brasileiros que amargam a pobreza.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing