logo-branco.png

18 de junho de 2024

Falta de árbitros e cancelamento de provas no Parajasc serão debatidos na Alesc

Fernando Krelling propôs audiência pública sobre o impasse dos árbitros no Parajasc.

A maior competição esportiva voltada à pessoa com deficiência em Santa Catarina, o Parajasc, foi prejudicado neste ano. A 18ª edição do evento ocorreu em Blumenau no mês passado. Entretanto, a ausência de árbitros, em algumas modalidades, fizeram com que provas como a do atletismo fossem canceladas.

Diante disso, atletas que contam com o desempenho para conquistar patrocinadores, apoio e bolsas de incentivo ao esporte ficaram sem poder competir. Para entender melhor o que aconteceu e pedir respostas à Fesporte, deputado estadual Fernando Krelling (MDB) convocou uma audiência pública na Comissão de Esportes e Lazer da Assembleia Legislativa, presidida pelo emedebista.

A ideia é que a comunidade do paradesporto possa buscar um entendimento sobre o que de fato ocorreu e evitar que estas dificuldades voltem a ocorrer. O encontro está pautado para quarta-feira, 12 de junho, a partir das 17 horas, na Sala das Comissões, na Alesc.

Precisamos entender o que aconteceu e saber o que está sendo feito para que este tipo de situação não aconteça mais nas competições esportivas de Santa Catarina. Por isso, convido a todos a participarem da audiência pública com a Fesporte – explicou Fernando Krelling.

Parajasc prejudicado

As provas foram canceladas depois que alguns árbitros não aceitaram exercer a atividade mediante à remuneração ofertada pela Fesporte. Fernando Krelling acompanhou o evento.

São pessoas de todo o Estado que, ao longo de todo ano, se prepararam para estar no Parajasc 2024. Treinaram, deram o melhor de si, conseguiram recursos para estar aqui, patrocinadores, ajuda de parentes e amigos e ao chegar na competição foram simplesmente informados, de última hora, de que as provas haviam sido canceladas. Isto é um absurdo, e vai contra tudo o que almejamos no esporte – declarou Krelling.

O episódio gerou críticas de outros deputados estaduais à atuação da Fesporte, como o Napoleão Bernades (PSD) e até o governista Ivan Naatz (PL) – que chegou a falar que deveriam ser realizadas demissões na entidade.


Foto: Fernando Krelling propôs audiência pública sobre o impasse dos árbitros no Parajasc.
Crédito: Solon Soares, Agência AL.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing