logo-branco.png

14 de abril de 2024

Governo assina ordem para criação do Plano Aeroviário de Santa Catarina

O governador Jorginho Mello (PL) assinou nesta segunda-feira a ordem de serviço para elaboração do Plano Aeroviário de Santa Catarina (Paesc). O trabalho será realizado pelo Laboratório de Transporte e Logística (LabTrans/UFSC) e, a partir deste estudo, o governo alega ser possível levantar informações para orientar o desenvolvimento do setor no Estado. Entre as prioridades, a demanda de passageiros, linhas aéreas e cargas. O último plano foi realizado em 1989. O contrato tem o valor de R$ 1.472.700,00, com prazo de nove meses para a execução.

– Criamos uma secretaria focada em aeroportos justamente para garantir investimentos e melhorias nas estruturas que temos aqui no estado. Temos que melhorar a utilização dos aeroportos, garantindo a vinda de mais empresas aéreas e de mais voos comerciais e domésticos – disse Jorginho.

Santa Catarina tem, atualmente, 21 aeroportos. Destes, 13 são subdelegados pelo Estado aos municípios, três administrados pelo Estado, um administrado por município e quatro administrados pela iniciativa privada. Em 2022, cerca de 6,2 milhões de passageiros utilizaram esses aeroportos e mais de 11,5 milhões de toneladas de cargas foram movimentadas.

– O Paesc vai ser um divisor de águas para o setor aéreo catarinense. Com este estudo nós vamos saber com melhor exatidão quais as demandas e qual o nosso real potencial de crescimento do setor. Vamos poder estabelecer prioridades nos investimentos e abrir um diálogo com as empresas de aviação para a ampliação da malha aeroviária. Estaremos assim cumprindo com a missão maior do nosso governo que é o de levar Santa Catarina a sério –  disse o secretário de Portos, Aeroportos e Ferrovias (SPAF), Beto Martins.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing