logo-branco.png

19 de abril de 2024

Governo Lula não consegue votos para derrubar diretoria e reunião no Sebrae é cancelada; Décio aguarda

A indicação do ex-deputado federal catarinense Décio Lima (PT) para comandar o Sebrae nacional vai precisar de mais tempo e articulação. Foi cancelada a reunião do conselho deliberativo da entidade marcada para esta quarta-feira, porque a ala ligada do governo Lula (PT) não conseguiu os votos necessários destituir a diretoria eleita em novembro do ano passado, ainda durante o governo Jair Bolsonaro (PL). Para destituir Carlos Melles do comando do Sebrae, são necessários 11 dos 15 votos do conselho – cinco integrantes são indicados pelo governo federal.

Décio Lima é o nome escolhido pelo presidente Lula para comandar a entidade. As articulações para conquistar os 11 votos necessários para destituir Melles estão a cargo de Paulo Okamoto, que comandou o Sebrae durante os dois primeiros mandatos de Lula, entre 2003 e 2010.


Sobre a foto em destaque:

Décio Lima aguarda destituição de Melles para assumir o Sebrae nacional. Foto: Denner Ovidio, Divulgação.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing