logo-branco.png

15 de julho de 2024

“O governo não pode e não deve fazer nenhum movimento em defesa de alguém” diz Jorginho sobre presos em Brasília

O governo do Estado não fará esforços para defender os catarinenses detidos em Brasília após o ataque terrorista aos prédios dos Três Poderes, em Brasília, no dia 8 deste mês. Segundo o governador Jorginho Mello, em entrevista ao quadro Plenário da Rádio Som Maior desta segunda-feira, cabe apenas “se preocupar” com os envolvidos e resguardar o trabalho para a defensoria pública de Santa Catarina. Diz, ainda, que advogados da defensoria foram a Brasília orientar e defender os acusados.

– O governo nunca acompanhou ninguém. O que o governo fez é se preocupar com os catarinenses presos em Brasília. Mas o governo de Santa Catarina não pode e não deve fazer nenhum movimento em defesa de alguém. Quem faz é a defensoria pública, que tem como dever constitucional e independência para fazer. O que nos preocupamos é com catarinenses que tinham crianças, pessoas de idade. Mas nada oficial.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing