logo-branco.png

23 de maio de 2024

Pedrão: “Florianópolis está muito igual há muito tempo, precisa mudar”

Pedrão, quando assumiu mandato de deputado estadual como suplente do PP em 2023

Terceiro colocado na última disputa pela prefeitura de Florianópolis em 2020, o ex-vereador Pedrão Silvestre (PP) garante que está no jogo mais uma vez.

Entre o assédio ao PP por outras candidaturas e convites para compor como vice, o pepista diz que já tem chapa de candidatos e candidatas à Câmara de Vereadores e faz acenos à ex-prefeita e ex-deputada federal Angela Amin (PP), presidente municipal do partido.

Leia a entrevista com Pedrão:

O cenário está se formando com diversas pré-candidaturas: Topázio Neto (PSD) à reeleição, Dário Berger (PSDB), a esquerda com Marquito (PSOL) e Lela (PT) se movimentando. Como é que está o Pedrão neste momento no cenário dos pré-candidatos à prefeitura de Florianópolis?

Estou solidificando a nossa pré-candidatura. Não é fácil construir uma nominata sem o apoio da máquina pública. Nós construímos uma nominata focada em mulheres, então nosso objetivo é lançar entre 40% e 50% da chapa composta por mulheres. Diante do nosso cenário, para concorrer à majoritária, dentro do partido nós estamos unidos. Estamos contando com o apoio das principais lideranças do partido e a cada reunião nós temos a consolidação cada vez maior da nossa pré-candidatura.

Como você encara o flerte de alguns setores do PP com o prefeito Topázio?

É normal, isso acontece. O Progressistas é um grande partido, tem em Florianópolis a sua história devido ao trabalho da ex-prefeita Angela Amin. Foi a melhor prefeita várias vezes seguidas aqui de Florianópolis, então é natural que os outros partidos tenham a intenção de ter esse apoio do Progressistas. Sabemos, por pesquisas internas, que a nossa candidatura, caso não venha a acontecer, dá eleição em primeiro turno ao Topázio. Então nosso foco é estar na campanha porque sabemos que no segundo turno nós temos plena chance de vencer a eleição.

Nessa leitura de que, ausência do teu nome no cenário ajuda o Topázio, como é que está o assédio dos partidos ao teu projeto?

O convite para que o Progressistas componha a vice está sendo grande em todos os lados, inclusive até pelo ex-prefeito Dário Berger, que semanalmente sai no jornal algum convite. Isso é bom, porque mostra que Florianópolis pelo menos está tentando construir alguma via alternativa ao mesmo grupo que está há anos no poder. Nosso objetivo é fazer uma campanha propositiva, trazendo a cidade para um novo patamar. Florianópolis está muito igual há muito tempo, precisa mudar.

Você falou das gestões da ex-prefeita Angela Amin como marca do PP. Qual o papel dela na sua campanha e na construção deste projeto? Ela pode concorrer a vice ou a vereadora?

A Angela traz uma seriedade, uma credibilidade muito grande para o projeto. Ela tem permitido, como presidente do partido, que nós tenhamos liberdade para construir nominata de vereador, plano de governo e possíveis composições. Ela tem participado de alguns diálogos também, com outras lideranças partidárias, para fazer uma composição um pouquinho maior, para a gente ter um tempo maior de televisão e apresentar para 100% da cidade o que nós defendemos para Florianópolis. Imagina ela candidata a vice ou vereadora? Essa é uma conversa que não está decidida ainda, mas a Angela na urna é importante. Então se ela tiver vontade de ir, com certeza tem o apoio do partido.


Foto: Pedrão, quando assumiu mandato de deputado estadual como suplente do PP em 2023.
Crédito: Rodolfo Espínola, Agência AL
.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing