logo-branco.png

15 de abril de 2024

Jorginho anuncia investimentos da Casan no Alto Uruguai

O governador Jorginho Mello (PL) e o presidente da Companhia Catarinense de Águas e Saneamento (Casan), Laudelino Bastos, anunciaram nesta quarta-feira os investimentos do Governo do Estado para cidades integrantes da Associação dos Municípios do Alto Uruguai Catarinense (Amauc). As informações foram detalhadas durante o evento do programa “Santa Catarina Levada a Sério + Perto de Você” realizado em Concórdia. Ao todo, serão investidos R$ 122 milhões para a região da Amauc.

– Temos um compromisso de melhorar a entrega dos serviços de água e esgoto para as cidades que são atendidas pela Casan. Esses investimos aqui para o Meio-Oeste são um exemplo desse plano da companhia para os próximos anos – disse Jorginho.

Laudelino afirma que há obras sendo feitas em todo o Estado e não poderia ser diferente na região do Alto Uruguai.

– Vamos ampliar a capacidade de armazenamento de água, melhorar o sistema que abastece as cidades e investir ainda mais em Santa Catarina.

Em Concórdia, maior cidade da região, estão previstos R$ 64,7 milhões para a ampliação e melhorias operacionais nos serviços de saneamento. Atualmente, a Casan fornece água para 98% da população do município e é responsável por coletar e tratar 25% do esgoto – percentual que a Companhia pretende ampliar para 90% até 2033.

A maior obra em andamento é a ampliação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) da cidade. Também está prevista uma instalação de estação elevatória. O investimento para as melhorias é de R$17 milhões.

Outra ampliação em curso é a da adutora de água na Avenida Tancredo Neves. Com um investimento de R$10,2 milhões, a tubulação contará com mais de 12 km. A ordem de serviço para a execução foi assinada em abril.

A Casan também planeja para Concórdia um novo ponto de captação e mais uma Estação de Tratamento de Água (ETA) com capacidade de vazão de 200 litros por segundo. Os projetos, que juntos somam R$32 milhões, têm como objetivo aumentar a segurança hídrica do município que historicamente sofre com a estiagem.

Obras também vão ocorrer em outros 11 municípios pertencentes à Amauc. Serão R$22,7 milhões nos sistemas de água e R$35 milhões nas redes de esgoto. Os maiores investimentos serão nas cidades de Ipira, Itá, Seara, Piratuba e Peritiba.

Um total de R$22,7 milhões de reais serão utilizados pela Companhia para a implantação do Sistema de Esgotamento Sanitário (SES) que irá atender Ipira e Piratuba. Quando finalizada a obra, a cobertura da Casan nos dois municípios vai ultrapassar os 48%. A entrega está prevista para setembro deste ano.

Obras no SES também estão em andamento em Itá. Previsto para entrar em operação em maio de 2024, o sistema deverá receber 1.327 ligações de unidades que representam 88% do município. O valor do investimento é de R$12,2 milhões.

Já em Seara, R$9 milhões estão destinados para a instalação de um poço com 700 metros de profundidade para captação de água. A Companhia ainda vai investir em melhorias operacionais e nas reservas do município.

Em Peritiba, a Casan trabalha na construção de uma ETA com capacidade de 14 litros por segundo. Também prevê ampliações na rede de água, incluindo a implantação de um poço. O custo total nessas obras será de R$5 milhões.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing