logo-branco.png

14 de abril de 2024

Antídio Lunelli assume Comissão de Transportes da Alesc

O deputado estadual Antídio Lunelli (MDB) assumiu a Presidência da Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano da Assembleia Legislativa prometendo prioridade à pauta na Casa. Segundo pesquisa da Confederação Nacional de Transportes, apenas para reconstrução, restauração e manutenção das estradas catarinenses, são necessários R$ 3,06 bilhões.

A pesquisa foi tema de discurso do deputado na tribuna já nesta quarta-feira. O empresário e ex-prefeito de Jaraguá do Sul citou dados alarmantes como o que mostra que apenas 2% do pavimento das estradas que cortam Santa Catarina estão em situação considerada perfeita e não há nenhuma estrada catarinense no ranking das 10 melhores do Brasil.

O relatório da CNT avaliou 3.510 quilômetros de rodovias estaduais e federais em Santa Catarina. A pior rodovia, no ranking geral, é a BR-163, que fica entre Dionísio Cerqueira e São Miguel do Oeste.

– E eu, que andei por todo esse Estado, posso afirmar sem medo de errar que parecida com a 163, lamentavelmente, temos muitas estradas. Isso sem falar em rodovias que estão com obras se arrastando há anos, como a BR-280, a BR-470, sem previsão concreta de conclusão – disse Antídio.

No ranking geral, as rodovias de Santa Catarina estão na 16ª posição na comparação com os demais estados.  Na última década, o percentual de rodovias catarinenses em condição boa ou regular caiu de 55%, em 2013, para 31,8% em 2023.

Sobre as rodovias estaduais, de acordo com levantamentos da FIESC, cerca de 62% da malha está em condição precária. O tema será tratado com o secretário de Infraestrutura, Jerry Comper (MBD).

Lunelli ainda citou que estrada sem condições é mercadoria mais cara no supermercado e é custo elevado para indústria, além de ser um risco constante para os motoristas.

– Não podemos olhar estes números e depois colocar esse relatório na gaveta. É responsabilidade desta Casa agir para ajudar a mudar essa situação, que me revolta.

O deputado propôs uma grande mobilização dos deputados estaduais, federais, senadores, representantes do governo do Estado e das entidades de Santa Catarina, para apresentação de uma pauta conjunta ao governo federal.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing