logo-branco.png

12 de junho de 2024

Valorização de imóveis cresce também em Jaraguá do Sul

Jaraguá do Sul

A onda expansionista do mercado imobiliário no litoral catarinense, em Joinville, em Chapecó e em Caçador, – já apontada aqui na coluna – também vem acontecendo no município de Jaraguá do Sul.

Polo econômico da região Nordeste do Estado, com forte presença de indústrias importantes e que atraem profissionais qualificados, o município experimenta significativa valorização imobiliária.

Assim, o valor dos aluguéis tem valorização de 0,8%, contra média nacional de 0,4%. Em 2023, o preço do aluguel subiu 16%: o triplo da inflação do período. Só no primeiro trimestre de 2024, a alta foi de 3,75%.

A análise é do gerente regional da construtora Rôgga, Wolney Oldoni.

Em Jaraguá do Sul há 21.453 apartamentos (entre entregues, em obras e no lançamento). A Rôgga participa com 1226.

A construtora opera na cidade desde 2014. Agora está lançando seu sexto empreendimento, o Frankfurt Urban Club.

O perfil dos clientes no município é, predominantemente, de jovens. Praticamente um quarto (24%) tem menos de 25 anos. Outros 19% tem entre 25 e 30 anos de idade. A grande maioria – 71,4% – são solteiros. E quase metade (46,4%) são mulheres.

Os colunistas são responsáveis pelo conteúdo de suas publicações e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Upiara.

Anúncios e chamada para o mailing