logo-branco.png

18 de junho de 2024

Vereador protocola projeto que extingue o salário do vice-prefeito em Balneário Camboriú

O vereador Marcelo Achutti (MDB), protocolou na tarde desta terça-feira, na Câmara de Vereadores de Balneário Camboriú, um projeto de lei que veda o pagamento de salário ao vice prefeito, que só vai receber o subsídio em caso de assumir o executivo, substituindo o prefeito.

Marcelo justifica que não há remuneração sem trabalho e defende que os seus pares no legislativo aprovem a lei para que tenha validade já a partir de eleição de 2024.

O momento é importante para debatermos essa medida, sem que tenha escolhido os candidatos e assim eles vão entrar sabendo que não vão receber o salário – comentou o parlamentar.

Achutti já havia apresentado o projeto em 2016, mas foi rejeitado. Em 2020, o vereador foi autor da lei que reduziu os salários do Prefeito em 50% e o do vice-prefeito e em 40% e o salário de secretários e cargos equiparados, devido a pandemia de Covid.

A medida foi válida por 60 dias e fez parte das ações para o enfrentamento da crise provocada pela epidemia de Coronavírus. O valor economizado com a medida foi revertido ao Fundo Municipal de Saúde nas ações de enfrentamento ao COVID-19, em especial na disponibilização de 77 leitos de isolamento na creche Sementes do Amanhã.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing