logo-branco.png

15 de abril de 2024

Décio Lima critica manutenção de taxa de juros em 13,75%: “É injustificável”

O catarinense Décio Lima (PT), presidente do Sebrae, expressou veemente desaprovação à recente decisão do Banco Central (BC) de manter a taxa de juros em 13,75%, apesar de uma inflação estável.

Durante Reunião Ordinária do Conselho Deliberativo Nacional do Sebrae, ocorrida nesta quinta-feira (22), ele criticou a falta de consideração do BC para com os pequenos empresários e empreendedores do Brasil, argumentando que as altas taxas de juros poderiam levar muitos à falência.

– Com a atual taxa de juros, os pequenos empresários que buscam empréstimos estão em risco de falência. É uma bomba-relógio. Acredito que o BC está, inadvertidamente, prejudicando a recuperação econômica do país, alertou Lima.

Lima também instou o BC a se colocar na posição dos pequenos empresários, advertindo que a manutenção das altas taxas de juros poderia resultar em menos empregos gerados por pequenas empresas.

– A obtenção de crédito a essas taxas é inviável. É uma escolha entre falir hoje ou quebrar amanhã. A situação atual é insustentável, lamentou.

Estudos conduzidos pelo Sebrae revelam que a taxa de juros elevada no Brasil tem levado os proprietários de pequenas empresas a hesitar antes de buscar crédito. Nos meses de abril e maio deste ano, 73% dos empreendedores optaram por não buscar empréstimos.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing