logo-branco.png

12 de junho de 2024

Em evento de prefeitos no Sebrae-SC, Décio Lima manda “abraço afetuoso” ao “amigo Jorginho”

Décio Lima (PT) disse ao secretário Edgard Usuy levar seu cumprimento ao governador Jorginho Mello (PL), adversário na eleição de 2022

Em meio à polarização política nacional e discursos extremados, chamou atenção o tom ameno e o convivío suprapartidário da cerimônia de premiação da Etapa Estadual do XII Prêmio Sebrae Prefeitura Empreendedora, realizado no noite de segunda-feira. Prefeitos de diversos partidos circularam pela sede do Sebrae-SC, em Florianópolis, orgulhosos dos programas desenvolvidos em suas cidades, enquanto os representantes do governo federal e estadual baixaram as lanças.

O presidente do Sebrae nacional, Décio Lima (PT), evitou polêmicas sobre o presidente Lula e o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) – apoiado pela maioria do público presentes – e fez um discurso em que exaltou a força da entidade que comanda e a importância dos prefeitos na administração pública e o peso relevante dos pequenos e micro empresários na economia brasileira.

Em janeiro e fevereiro, tivemos meio milhão de novos empregos. De todos esses empregos, 80% são originários das micro empresas, das pequenas empresas e de MEIs. São aqueles brasileiros que acordam de manhã e não desistem. Levantam e procuram fazer a forma de sua economia

Em sua fala, falou na necessidade de que todas as esferas de poder trabalhem juntas, mesmo com as divergências eleitorais e ideológicas. Arrancou risadas ao lembram os tempos de sindicalista, antes de ser prefeito de Blumenau, na virada dos anos 1990 para 2000.

Pasmem, eu fui prefeito de Blumenau e me criei praticamente em portas de fábrica, às 4 horas da manhã com o megafone, perturbando os processos produtivos da cidade. Confesso para vocês esse pecado – brincou Décio Lima – Nos ultimos dez anos não achei essas portas de fábrica. Os próprios companheiros diziam que ali não havia mais aqueles 10 mil que sempre trabalhavam na porta dessa fábrica. Eles se transformaram em pequenos empreendedores – concluiu o petista.

O cumprimento ao “amigo Jorginho”

No discurso, Décio Lima disse ao secretário estadual de Planejamento, Edgard Usuy (PL), que enviasse um cumprimento ao governador Jorginho Mello – que cumpria agenda na Associação Empresarial de Joinville (Acij) na mesma hora.

Leve a ele o abraço carinhoso e afetuoso que eu sempre dei nos debates da democracia que eu tive a honra de pautar com ele – disse Décio Lima, em referência às eleições de 2022, quando disputaram o segundo turno da disputa pelo governo.

Décio exaltou números do governo Lula, sem dizer o nome do presidente a uma plateia majoritariamente bolsonarista e foi bem recebido. Ao final de 15 minutos de fala, voltou a pedir que Usuy levasse seu abraço a Jorginho.

Nós vamos modificar, como estamos modificando, a vida e a história do povo brasileiro. E o caminho para isso é o abraço, é o amor, é o carinho. Diga isso ao meu amigo Jorginho, secretário. É disso que nos precisamos – disse Décio Lima.

Jorginho e Décio foram colegas na Câmara dos Deputados por dois mandatos, entre 2010 e 2018, e sempre mantiveram boa relação. Na campanha eleitoral, poucas vezes subiram o tom do confronto em que representavam Bolsonaro e Lula. Houve espaço até para brincadeiras entre ambos nos intervalos dos debates, como registrou a jornalista Dagmara Spautz na época.

Depois das eleições, no entanto, diversas vezes Décio usou o X, antigo Twitter, para criticar ações do “governador bolsonarista Jorginho Mello“.


Foto: Décio Lima no evento promovido pelo Sebrae-SC.
Crédito: Sebrae-SC, Divulgação.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing