logo-branco.png

15 de julho de 2024

Estudo mostra número recorde de pedidos de demissão

Pedidos de demissão batem recorde nos últimos anos

Levantamento feito pela LCA Consultores revela, com dados, aquilo que se cochicha nos
bastidores e deixa nervosos os profissionais de recrutamento e seleção.


Somente num mês – abril deste ano – 735 mil trabalhadores pediram demissão de seus
empregos com carteira assinada no país. Para se compreender melhor o alcance disto,
basta dizer: a cada dia útil 36.750 funcionários celetistas se desligaram voluntariamente de
seus empregos.


Ou, ainda, dito de outra forma: o conjunto de demissões feitas a pedido dos trabalhadores,
em abril, é a superior a toda a população de Joinville, São Francisco do Sul e Araquari.
Os 735 mil pedidos de demissão são o maior número dos últimos 20 anos, desde janeiro de
2004.


Se a análise for feita levando em consideração todo o ano de 2023, aconteceram 7,3
milhões de pedidos de demissão. Ou, se preferirem, 24 mil a cada dia útil do ano.
E mais: de janeiro a abril de 2024, comparativamente a janeiro- abril de 2023, o aumento
das demissões voluntárias foi de 15 por cento.

O que todos estes números indicam?


Indicam, de modo simplificado, pelo menos três
situações.

  1. Com a economia aquecida, a troca de emprego fica mais fácil. O trabalhador sai de
    um lugar e vai para outro porque tem a possibilidade de ganhar um salário melhor.
  2. O descontentamento com o ambiente de trabalho, pressão excessiva por
    cumprimento de metas e resultados também contribui para a saída.
  3. A busca por um negócio próprio, o caminho do empreendedorismo ajuda a explicar a
    grande quantidade de pedidos de dispensa.
    Não é por acaso que o total de empresas abertas no período de dez anos (de 2014 a 2023)
    mais do que dobrou. Saltou de 1,89 milhão para 3,87 milhões no Brasil. A informação é do
    Sebrae e do Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços.
    Neste contexto, empresários dos mais diferentes ramos e portes reclamam da falta de
    profissionais qualificados para preencher vagas de trabalho.

Os colunistas são responsáveis pelo conteúdo de suas publicações e o texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Upiara.

Anúncios e chamada para o mailing