logo-branco.png

12 de junho de 2024

Governo e Acate projetam aumentar participação da inovação no PIB para 10%

Secretário de Inovação de SC cercado de membros da comitiva

Com a criação da secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação – SCTI em fevereiro de 2023, o governador Jorginho Mello deu protagonismo e importância ao setor que atualmente representa 6% do PIB estadual. À frente da pasta, o secretário Marcelo Fett, desde que a assumiu à missão a convite do chefe do executivo, colocou com uma das prioridades a aproximação entre o setor produtivo tradicional, em especial da indústria, com o de tecnologia.

Na quarta-feira, ele, acompanhado de uma comitiva com membros do Governo do Estado (Evandro Neiva, secretário de Turismo e Sheila Meirelles, do Instituto do Meio Ambiente) e do novo presidente da ACATE, Diego Ramos, visitaram empresas de Jaraguá do Sul.

Ao longo do último ano, Fett tem liderado uma verdadeira cruzada pelo Estado em diversas regiões. A meta, alinhada com a ACATE, é elevar a participação do PIB do segmento para 10% até 2030.

Se essa meta for atingida, certamente nossa economia será mais competitiva a nível global e o estado terá dado um enorme passo em direção a estratégia de neoindustrializacao – destaca o secretário.

Na agenda da semana com a presença de boa parte do PIB do município da região Norte, um dos compromissos foi com o presidente da Duas Rodas, Leonardo Fausto Zipf. Após o encontro, Zipf, fez questão de destacar a importância do encontro.

Agradecemos especialmente por sua abordagem proativa, ao sair do gabinete para fomentar diretamente o desenvolvimento da inovação e tecnologia em Santa Catarina – evidenciou.

Também participaram da reunião os empresários Wander Weege, fundador da Malwee; Giuliano Donini, da Marisol; Carolina Obenaus (Presidente da ACIJS – Associação Empresarial de Jaraguá do Sul) e Célio Bayer (Vice-presidente da Fiesc).

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing