logo-branco.png

15 de abril de 2024

Moisés ironiza obras paradas no governo Jorginho: “Ainda bem que entregamos a Hercílio Luz”

O ex-governador Carlos Moises (Republicanos) voltou a criticar nas redes sociais a paralisação de obras rodoviárias iniciadas em sua gestão. Segundo ele, no governo de Jorginho Mello (PL) há 400 obras que pararam “por mero capricho do gestor público” e que “isso é inadmissível”.

No vídeo, Moisés dirige pela Ponte Hercílio Luz, obra concluída no final do primeiro ano de seu mandato, em dezembro de 2019. Quando assumiu, a obra estava em fase de conclusão, mas havia defensores da paralisação – inclusive entre aliados políticos do antigo PSL, partido em que se elegeu em 2018. Moisés citou o exemplo da histórica ponte de Florianópolis para ironizar o atual governador.

– Estou passando na ponte Hercílio Luz, patrimônio histórico dos catarinenses e do Brasil, uma obra que anos e anos a fio não avançava. Entregamos essa obra no primeiro ano do governo. Ainda bem que nós entregamos essa obra antes de sair da gestão pública, senão ela teria parado.

O ex-governador criticou a gestão do sucessor ao falar da conclusão da obra na Hercílio Luz.

– Isso é resultado de ter foco na gestão, vontade de encerrar um contrato, terminar uma obra, coisa que infelizmente a gente não percebe hoje em mais de 400 obras em Santa Catarina paralisadas. Não se sabe por quê. E o prejuízo fica para os catarinenses. Isso é inadmissível – concluí.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing