logo-branco.png

12 de junho de 2024

SC receberá os R$ 95 milhões de emenda da bancada federal para enfrentar enchentes

Confirmação encerra polêmica iniciada quando o governador Jorginho Mello reclamou de um suposto bloqueio da emenda para enchentes por Lula

Confirmação da vinda dos recursos após articulação do Fórum Parlamentar Catarinense encerra polêmica iniciada quando o governador Jorginho Mello (PL) reclamou publicamente de um suposto bloqueio da emenda destinada ao combate às enchentes pelo governo Lula (PT).

A bancada federal de Santa Catarina conseguiu o repasse de uma emenda de mais de R$ 95 milhões para o enfrentamento às chuvas e enchentes no Estado. O governador Jorginho Mello chegou a reclamar em suas redes sociais que o governo Lula havia bloqueado os recursos.

Semana passada, após reunião com o ministro Waldez Góes (União Brasil), da Integração Nacional, o coordenador do Fórum Parlamentar Catarinense, Valdir Cobalchini (MDB) esclareceu que não se tratava de um bloqueio, porque a emenda não era impositiva. Antecipou, no entanto, que os recursos estavam garantidos.

Na terça-feira, o governador celebrou a confirmação do repasse dos recursos, mas sem citar o governo federal ou a polêmica inicial.

É o fruto do entendimento com os parlamentares catarinenses que atenderam ao pedido não só do governador, mas principalmente da população que nos elegeu. Nosso governo vem buscando maneiras e recursos para enfrentar esse problema histórico das enchentes e aliviar um pouco a situação do povo – disse o govenador.

A pedido de Jorginho Mello, os parlamentares vão destinar os recursos para o melhoramento fluvial e a construção de diques em cidades da região do Alto Vale e do Médio Vale do Itajaí. O dinheiro faz parte do Orçamento da União e é liberado pelo Ministério da Integração e do Desenvolvimento Regional.

O secretário de Estado da Proteção e Defesa Civil, coronel Fabiano de Souza acrescentou que o recurso irá fortalecer ainda mais ações de prevenção e proteção.

Vem complementar o trabalho que a Defesa Civil está realizando junto à população catarinense. A nossa missão é entender as necessidades dos municípios e ser um braço estendido no quesito proteção, queremos melhorar a mitigação, evitar enchentes e criar um futuro melhor especialmente para os municípios do Vale do Itajaí que tanto sofrem com eventos adversos – destacou o secretário.

No dia 11 de maio foi dado início o processo de dragagem do Rio Itajaí-Açu. A ação prevê melhorias que visam mitigar e prevenir as cheias no Alto Vale do Itajaí, região que de forma recorrente é uma das mais atingidas em Santa Catarina. A medida é uma forma de evitar que cenas como a das enchentes de 2023 voltem a se repetir no Vale do Itajaí como um todo.

Em nome da Bancada Federal, quero registrar a unidade do Fórum Parlamentar Catarinense e enaltecer o ministro Waldez Góes, pela sensibilidade com Santa Catarina, ao decidir pela liberação destes recursos, que vão garantir a execução de obras importantes no Vale do Itajaí. Por não ser uma emenda impositiva, o Ministério da Integração e Desenvolvimento Regional teria a liberdade para autorizar ou não o seu cumprimento. Nossa missão, na Coordenação da Bancada é buscar recursos para o Estado. O que importa é o resultado para os catarinenses e nós estamos trabalhando em conjunto por isso – conclui o deputado federal, Valdir Cobalchini.
COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing