logo-branco.png

15 de julho de 2024

Jorginho empossa Beto Martins, Fett e Usuy em secretarias criadas pela reforma administrativa

O governador Jorginho Mello (PL) empossou nesta terça-feira três secretários de pastas criadas na reforma administrativa. O ex-prefeito de Imbituba e suplente de senador Beto Martins (PL) assumiu a Secretaria de Portos, Aeroportos e Ferrovias; Marcelo Fett a de Ciência, Tecnologia e Inovação; e Edgard Usuy a de Planejamento.

A reforma administrativa foi enviada à Assembleia Legislativa em forma de Medida Provisória, o que faz com que esteja em vigor antes mesmo da análise dos parlamentares. O governador também deu posse a três secretários-adjuntos. Ex-vereador em Itajaí e pré-candidato a prefeito, Robison Coelho (PL) será o número dois na Secretaria de Portos, Aeroportos e Ferrovias, enquanto Lucas Amâncio assume a posição na Secretaria de Planejamento. A jornalista Renata Furlanetto será secretária-adjunta na Secretaria de Comunicação, comandada por João Debiasi.

Com as posses desta terça-feira, ainda faltam as definições dos nomes para as pastas de Segurança Pública e de Meio Ambiente e Economia Verde, além da Fesporte – onde o ex-deputado estadual Bruno Souza (Novo) continua favorito para assumir – e a Secretaria Executiva de Pesca e Aquicultura. Jorginho tem dito que espera fechar o secretariado até a próxima semana. Hoje, ele destacou os nomes empossados.

– São setores tão importantes que precisam de gestores preparados, que precisam de visibilidade. Tudo isso é crescimento, é desenvolvimento, é geração de emprego e renda – disse o governador.

Beto Martins destacou a experiência no setor portuário.

– Trabalho há 35 anos com atividade portuária e fiquei muito honrado com o convite do governador em compor esse time de secretários. O meu objetivo é agilizar setores estratégicos nesse governo.

Ex-secretário municipal de Palhoça e São José, Marcelo Fett falou sobre a importância econômica da área de inovação.

– O principal desafio dessa pasta é apoiar e fomentar um dos setores que mais crescem em Santa Catarina e que representa 6% do PIB do Estado. À frente da pasta iremos focar em duas frentes de atuação: a implementação de políticas públicas que promovam desenvolvimento econômico a partir da inovação e cumprir o anseio do governador Jorginho de melhorar a prestação de serviços públicos à população catarinense.

Inicialmente anunciado para a pasta de Relações Governamentais, que acabou não sendo incluída na reforma, Edgard Usuy falou de suas expectativas à frente do Planejamento, recriado na reforma de Jorginho.

– À frente da pasta ressalto o apoio às secretarias com planejamento efetivo e de maneira técnica, com afinco e muita responsabilidade pra fazer as entregas prometidas ao povo catarinense.


Sobre as fotos:

Eduardo Valente, Secom-SC.

COMPARTILHE
Facebook
Twitter
LinkedIn
Reddit

Anúncios e chamada para o mailing